AgendaNotíciasSaúde e Bem EstarVídeos

Começa em 08/09 – CIRCUITO SESC DE ARTES 2021 – Virtual

Por 8 de setembro de 2021 Sem Comentários


Divertidosos divulga – CIRCUITO SESC DE ARTES 2021 – Praças Digitais reúne artistas de várias áreas para apresentações online de 08 a 19 de setembro

Nas redes sociais (Facebook e Instagram) e You Tube do SESC você pode assistir a lives que fazem parte da programação da Baixada Santista e outras cidades do Estado de São Paulo.  Logo a seguir está o link com a programação geral, em laranja. Basta clicar e escolher o que vai querer assistir e agende-se! No texto publicado há os links para o Facebook, Instagram e You Tube do SESC. DIVIRTA-SE! #divertidosos #sescsantos #circuitosescdeartes2021


Confira a programação geral no link laranja abaixo:

CIRCUITO SESC 2021 – PROGRAMAÇÃO GERAL


Com alguns cursos já esgotados, a Programação Virtual assinada por artistas da Baixada Santista promete agradar todos os públicos

Todas as praças unidas na praça digital. Com programação que abrange 157 cidades do estado de São Paulo, evento totalmente on-line e gratuito traz mais de mil artistas e 250 atividades de artes visuais, circo, cinema, dança, música, teatro, literatura, tecnologias, além de conteúdos sobre história e memória local.

Em sua 12ª edição, conta com a participação de profissionais, instituições, grupos, coletivos e artistas que atuam nacionalmente, muitos deles nascidos nos municípios paulistas, que incluem nomes como Ignácio de Loyola Brandão, Reynaldo Gianecchini, Maria Gadú, Kamau, Daniel Munduruku, Renato Teixeira, Marcia Kambeba, Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, Roberta Estrela D’Alva, Marcelo D’Salete, Conceição Evaristo, Renato Janine Ribeiro, Siba e Museu Casa de Portinari, entre outros.

Em Santos e Baixada Santista os destaques estão com Slam do Traço #2, que vai reunir ilustradores como Kadu Veríssimo (Guarujá), Beatriz Ramos (Santos), Gustavo T. de Miranda (Cubatão) e Julia Alves (Mongaguá) que farão ao vivo suas criações ao som da DJ Simoníssima (São Paulo) @simonissima_simonissima e André Luis Rosário (Educador do ETA Sesc Santos) como MC (Mestre de Cerimônias)

Veja a seguir os detalhes da programação na Baixada Santista:


Conheça o Circuito Sesc de Artes pela Baixada Santista
Live (Ao Vivo)

SLAM DO TRAÇO #2

Dia 12/set. Domingo, às 16h

Assista em YOUTUBE SESC SANTOS

Um encontro entre ilustradores de diferentes expressões no desenho e um DJ em uma live “free Style” onde o público do chat sugere temas para os desenhistas criarem obras em 15 minutos e o DJ mandar a melhores na selecta para inspirar todes a desenhar. Serão três rodadas de temas, improvisação criativa e conhecimento.

Entre nesta e faça você também em casa um desenho inspirado pelo Slam e poste sua criação em suas redes usando as #slamdotraço e #circuitosescdeartes2021

Com ilustradorxs Kadu Veríssimo (Guarujá) @kaduverissimo, Beatriz Ramos (Santos) @beatrizramos_arte, Gustavo T. de Miranda (Cubatão) @gustavomiranda.

DJ Simoníssima (São Paulo) @simonissima_simonissima e André Luis Rosário (Educador do ETA Sesc Santos) como MC (Mestre de Cerimônias)

Kadu Veríssimo (Guarujá) @kaduverissimo – Ator, autor, diretor e artista plástico, licenciado em Artes Visuais. Como artista plástico foi o ilustrador responsável pelas obras do projeto visual do décimo segundo “Curta Santos” ( festival de cinema de Santos) ,exposição ArteCidade no MISS (Museu da Imagem e do Som de Santos) e expôs seus trabalhos nos projetos Viva Pagu na Casa das Rosas (São Paulo-SP) e “Entre Fronteiras” em Lima, no Peru.

Beatriz Ramos (Santos) @beatrizramos_arte – Arquiteta, Urbanista e artista. Gosta de expressar através da arte o tropicalismo feminino e suas diversas formas. Acredita que a arte tem o poder de posicionar, informar e potencializar sociedade.

Gustavo T. de Miranda (Cubatão) @gustavomiranda – Jornalista, futuro arquiteto e urbanista e participante do movimento Urban Sketchers, voltado a fazer ilustrações a partir da sua observação na cidade. Mora em Cubatão e vem gastando o que pode e o que não pode em papel e pastilha de aquarela.

Julia Alves (Mongaguá) @jujupit3r – Ilustradora digital especializada em cenários. Trabalha no estúdio de quadrinhos 7mz Comics, da produtora de conteúdo nerd 7 Minutoz.

DJ Simoníssima (São Paulo) @simonissima_simonissima
Dj, pesquisadora musical e educadora, graduada em Comunicação. Desenvolve trilhas sonoras para espetáculos, performances, exposições de arte, produz e apresenta o programa “Seleta Coletiva – Nas Batidas de um Brasil Plural” na rádio Graviola desde 2016. É conhecida pelos seus sets criativos e buena onda, recheados de músicas para bailar, brasileiras e de outras bandas.


Live (Ao Vivo)
SLAM DO TRAÇO #3

Dia 19/set. Domingo, às 16h
Assista em YOUTUBE SESC SANTOS

Um encontro entre ilustradores de diferentes expressões no desenho e um DJ em uma live “free Style” onde o público do chat sugere temas para os desenhistas criarem obras em 15 minutos e o DJ mandar a melhores na selecta para inspirar todes a desenhar. Serão três rodadas de temas, improvisação criativa e conhecimento.

Entre nesta e faça você também em casa um desenho inspirado pelo Slam e poste sua criação em suas redes usando a #slamdotraço e #circuitosescdeartes.

Com ilustradorxs Fê Gois (@ fehgois), Kleber Fernando (@kleberfernando_3c), Fernando Buche (@buche_on), Jessica Serra (@jessicaserrab), DJ Nicole Mara (@nicaodabps) e André Luis Rosário (Educador do ETA Sesc Santos) como MC (Mestre de Cerimônias).

Fê Gois (São Vicente) – Artista visual, escritor, ator, educador e produtor cultural. Desenvolve pesquisas com desenhos, pinturas, colagem, arte digital, performance e intervenções urbanas. Atualmente está no projeto “Galeria Imaginária”, iniciado em 2020 durante a residência artística “Colaboradora: Artes e Comunidade”, no qual investiga possibilidades de suportes e meios de circulação das artes visuais com foco no público infanto-juvenil.

Kleber Fernando (Praia Grande) – Filho do José, estudante e trabalhador das artes das ruas Kleber Fernando é poeta, desenhista, ator, performer, cantor, dançarino e artista plástico. Mora na Zona 3 de Praia Grande, na curva do “S”. Trabalha como gari e jardineiro, e realiza intervenções artísticas pelas ruas, escolas e espaços culturais da cidade.

Fernando Buche (Peruíbe) – se denomina artista visual. O contato com desenho foi desde infância quando lembra que observava tudo o que conseguia à respeito de arte e desenho (embora venha a entender o q era arte depois de alguns anos). Hoje usa diversos suportes e técnicas com spray, têmpera, acrílica, látex, p.v.a, posca e tudo que é possível usar para criar.

Jessica Serra (Itanhaém) – arquiteta e Urbanista formada pela FAUS, ilustradora e designer. Sua produção artística é composta, principalmente por tirinhas minimalistas, feitas com tinta nanquim sobre papel e em formato de desenho digital.

DJ Nicole Mara (Santos) – DJ, Psicóloga e filha de Orixá, Nicão da BPS transita entre o Drill, o trap, o funk e todos os ritmos africanos em diáspora.

Vídeo Gravado


SARAU DA UNIFICAÇÃO

Dia 12/set. Domingo, às 20h
Exibição pelo Youtube. Para acessar inscreva-se em: SARAU DA UNIFICAÇÃO – INSCRIÇÃO

O sarau reúne rodadas de poesias, músicas e performances autorais. Em tempos em que precisamos migrar para o virtual, a Unificação das Quebradas (@unificacaodasquebradas), de Cubatão-SP, apresenta online o que desde 2019 propõe: dar visibilidade e impulsionar os protagonistas das quebradas periféricas da região.

Quem participa? Artistas de diferentes cidades da Baixada Santista e da cidade de São Paulo. O anfitrião Tiago Pereira abre as apresentações que incluem, entre outros, artistas mulheres, jovens, LGBTQIA+ e periféricos.

Tiago Pereira (@tigopereira), Cubatão (SP), multiartista, produtor e fundador da Unificação das Quebradas. É produtor, anfitrião e poeta no Sarau da Unificação.

Camila Manfrinato (@milamanfrinato), Bertioga (SP), atriz, dançarina, performer.

Elaine Marques (@nanimarquess), Cubatão (SP), jornalista, educadora e contadora de histórias.

Jennifer Farias (@jenny_of_), Guarujá (SP), rapper ativista do movimento das pessoas com deficiência.

Leo Dominisck (@leodominiscki), Itanhaém (SP), músico independente.

Vitor Sagaz (@vitorsagaz ), Mongaguá (SP), músico e criador do Skatepoesia.

Neusa Maria (@neusaborgesoficial), Praia Grande (SP), música e compositora.

Steves Hiandry (@steveshiandrey), Peruíbe (SP), ator, diretor e performer da drag queen Lolita Tequila.

Ronaldo Pereira (@ronaldoalemoa), Santos (SP), poeta e gestor cultural, fundador do selo literário Favela das Letras.

Jéssica Valente, (@valente.ink ), São Vicente (SP) , fotógrafa e performer.

Leandro Araujo (@lleleus), São Miguel Paulista, Zona Leste (SP), arte-educador e artista visual.

Pamelloza (@pamellozaorigina) São Paulo (SP), cantora e compositora, expoente da cultura negra popular.

Junior Castro (@jrrcastro) São Vicente (SP), jornalista, fotógrafo e produtor audiovisual.

Thuanny Galdino (@mimtatu) Palhoça (SC), intérprete de LIBRAS.

Classificação etária: 12 anos

Acessível em Libras

Cards de Fotos


LAMBES POÉTICOS

Dias 18 e 19/set. Sábado e domingo, às 11h
Acompanhe o resultado no instagram e facebook.com/sescsantos
INSTAGRAM SESC

FACEBOOK SESC

Pequenos achados visuais e poéticos espalhados pelas ruas, muros, postes, muretas da cidade. A proposta é promover a intervenção urbana de dois coletivos da Baixada Santista – Coletivo (a)gente, focado nas artes visuais e Coletivo Afrocena, ligado à escrita criativa – por meio de lambidas poéticas, subvertendo o olhar cotidiano.

A cidade que acolherá o projeto é Cubatão e tema deve versar sobre o patrimônio histórico da cidade e a distribuição de lambes deve criar uma narrativa e um roteiro que convide as pessoas a visitarem edificações relevantes da história da cidade. A indicação do roteiro será feita pela secretaria de turismo da cidade. Lambe prioritariamente em postes próximos ao patrimônio.

Com Coletivo (A)gente (Santos) + Coletivo Afrocena (Santos, Cubatão e São Vicente)

Acessível com audiodescrição

Cards de fotos


INCORPORA – CORPOS DE PASSAGEM

De 10 a 17/set/2021. Segunda a sexta, às 17h
Acompanhe o resultado no Instagram e Facebook/sescsantos

INSTAGRAM SESC

FACEBOOK SESC

Série de fotografias com movimentos de diversos estilos de dança em pontos turísticos e lugares pelos quais a Baixada Santista é conhecida. O projeto busca uma pluralidade dos corpos fotografados e idealiza a composição do dançarino, da forma, com o ambiente, para então estabelecer uma relação arquitetônica desses corpos com as linhas da cidade. “Clica e Respira” (@clica_e_respira) é um diálogo entre fotografia e dança, que visa suscitar a pulsão de uma cidade pela vida, pela abertura e pela leveza, representadas em cada movimento, salto e gestual dos dançarinos. O movimento como a representação da liberdade e do respirar em cada recanto das cidades contempladas.

Direção de movimento: Marcelle Lemos @mar.celle.lemos e Fotografia: Rony Alves @soma.audiovisual (ambos de Santos)

Modelos bailarinas (os):
Michael Kellvyn (Cubatão) – @michaelkellvyn
Anderson Rodrigues (Cubatão) – @_anderson_r
Gabriel Rosário (Praia Grande) – @gabrielrxsarix
Leandro Gomes (Praia Grande) – @leehgommes97
Omo Alamoju (Guarujá) – @omoalamoju
Rejane Gomes (Guarujá) – @rejane03.rgds
Rebeca Freitas (Peruíbe) – @_rebecafreitas
Yuri Ruppini (Peruíbe) – @ruppini
Marília Cristina dos Santos (Itanhaém) – @miia_dc
Fernando Ferreira Curcio (Itanhaém) – @fernando_actionbreaks
Ana Carolina Henriques Arjona (Mongaguá) – @carol.henriques.arjona
Any Carolinni Lima Borges Caetano (Mongaguá) – @balepddanca
Samanta Rodrigues (São Vicente) – @rodriguesred
Carla Riesco (São Vicente) – @carlariesco333
Celia Faustino (Santos) – @celiafaustino.espaco
Ana Patricia Oliveira (Santos) – @pattylunda

Acessível com descrição de imagem

Vídeos gravados


MORAR NA MARÉ – PUBLICAÇÃO DOS VÍDEOS POÉTICOS

De 08 a 18/set. Quarta a sábado, às 15h

Acompanhe o resultado em instagram e facebook.com/sescsantos

INSTAGRAM SESC

FACEBOOK SESC

A luta pela moradia se mantém como um tema emergente no debate sobre o território. Indo muito além de uma construção, a casa é o local que estabelece nossa relação com o espaço que ocupamos e no qual nos relacionamos. Essas relações, no entanto, se estendem e extravasam os muros da casa, ocupando também o ambiente e os demais moradores, humanos ou não, desse território.

“Morar na Maré” é o resultado de um processo de registro fotográfico, protagonizado por moradores dos nove municípios da Baixada Santista, com o olhar sensibilizado para essa falsa dicotomia entre necessidade de moradia e de preservação ambiental. A série de vídeos traz o olhar desses moradores para seu território, com seus contrastes, contradições, convivências e complementos.

Fotógrafos amadores:
Vanderlan Silva de Oliveira (Peruibe) – @vandosilvafotos
Tainá Oliveira Cintra (Cubatão) – @taiioliveira013
Layla Maria Costa Lima (Bertioga) – @laylamaria756
Vanessa Cintra Vieira (Santos) – @nessavieiraaaa
Julie Regine Cassoni Ojeda (Praia Grande) – @contodefadas_periferico
Anderson André Pereira dos Santos (Itanhaém) – @andersonandre31
Maura Pereira da Silva (Bertioga) – @maurapereiras
Tiago Pereira Rodrigues (Cubatão) – @tigopereira
Laisa França de Melo Rodrigues Procópio (Santos) – @laisasial_ e @ovivohlo
Rosana Santos dos Reis (São Vicente) – @rosanareisrapper
Francisca de Melo Pereira (Mongaguá) – @franmlx e @acihc
Orlando Gomes Machado (Guarujá) – @orlandogmachado
Adriana de Souza de Lima (Peruibe) – @adrianaguarau2017 e @adrianalim
Hélia Regina Machado (Guarujá) – @heliareginamachado
Joyce Cristina Jesus da Silva (Praia Grande) – @ajoy_oficial
Fotógrafo educador: Rodrigo Montaldi (Santos) @rodrigo_montaldi

Livre| Acessível com legenda

Stories Vídeos


DRAMATURGIA A CONTA-GOTAS – EDIÇÃO ESPECIAL CARLOS ALBERTO SOFFREDINI

De 14 a 19/set/2021. Terça a domingo, 16h
Assista nos Stories do instagram.com/sescsantos

INSTAGRAM SESC

Proposta de ação artística on-line, envolvendo dramaturgos contemporâneos e atores. A ideia é apresentar ao público, de forma sintética e concentrada, o universo criativo do dramaturgo convidado, contando, para tanto, com a ação performativa de atrizes e atores, preferencialmente da região. O ambiente de apresentação será o recurso Stories, do Instagram do Sesc Santos. Nesta edição, 6 atrizes e atores ocuparão, cada um em um dia, os stories do @sescsantos para performar a partir de trechos das obras dramatúrgicas de Victor Nóvoa.

Dramaturgo convidado: Victor Nóvoa (Santos) @victor.novoa.s

Elenco:

Daniel Meirelles (Santos) – @odanielmeirelles

Bruna Telly (Praia Grande) – @ferreirabrunita

Rosane Paulo (Santos) – @rosanepaulo

Becca (Santos) – @a.b.e.c.c.a

Thays Villar (Santos)

Jackson França (São Vicente) – jackvfranca

Conteúdo com legenda

DRAMATURGO:

VICTOR NÓVOA – Formado em 2006 como ator pela ECA/ USP e mestrando em artes cênicas pela UNE SP. Publicou três textos teatrais: Estilhaços de janela fervem no céu da minha boca (2019) – Pela editora Patuá Condomínio Nova Era (2014) e Verniz náutico para tufos de cabelo (2016) – pela editora Giostri, sendo que por esse último texto recebeu o V Prêmio Aplauso Brasil de melhor dramaturgia. Desde 2011, trabalha n’A Digna como dramaturgo e produtor.

ARTISTAS:

BRUNA TELLY – Produtora e diretora do grupo Animacom. É Atriz desde 2004, formou-se em 2009 na escola integrada Marza na cidade de Santos. Trabalhou e trabalha em grupos teatrais de grande importância na cidade de Santos. Participou dos espetáculos “A morta que pode ser despida”, adaptação de Nelson Rodrigues, direção de Carlos Bellini, “Coração materno”, direção de Carlos Bellini; “O Escalão”, de Luiz Fernando Verissimo; “Arrumadinho” e “Alto dos palhaços” com a Trupe olho da Rua; “Farrandança”, direção de Platão Capurro Filho; “Cirande De Maria”, direção de Gilson Mello, entre outros.

BECCA – Mulher preta, mãe de Maria Morena, atriz, cantora, compositora, arte educadora e ansiosa. Iniciou a carreira ainda criança, sua primeira personagem foi Tia Anastácia, estimulando ali também a consciência racial. Atuou em grupos da Baixada Santista e grande São Paulo. Em 2015 iniciou sua carreira musical a partir de experiências vividas na igreja evangélica. Poetisa desde muito cedo, juntou a fome com a vontade de comer e agora em 2021 sai o seu primeiro som autoral, chamado “A Bala”, letra inspirada na revolta do assassinato de Marielle Franco e de todos os corpos pretos tombados diariamente.

DANIEL MEIRELLES – Ator, palhaço, músico (acordeom e violão), arte-educador, malabarista, desenhista e fundador da Cia. O Bando Pero No Mucho, com os trabalhos “Eu, Migo e Meu Umbigo”, a intervenção “Papelão Poesias e Sonhos”, e espetáculo “Nada” (em processo). Desenvolve estudos em atuação, palhaçaria, mímica, música, humor, improviso, técnicas de confecção e manipulação de Bonecos feitos de lixo.

JACKSON FRANÇA – Ator formado no curso Técnico em Artes Dramáticas pelo SENAC Santos e pela Formação do Ator e da Atriz na Escola Livre de Teatro de Santo André (ELT), na turma 19. Em 2018 fez parte do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI-SP, orientado pelos artistas Janaina Leite, Diego Moschkovich e Antônio Salvador. Em 2019 estreia o solo “Cartas para Satã” com direção de Cris Rocha no SESC Santos e também o espetáculo “A festa – estratégias musicais para sobreviver” com direção de Cláudia Schapira e Núcleo Bartolomeu de Depoimentos.

ROSANE PAULO – Com mais de 40 anos de atividades artísticas, fez parte do elenco da novela Terra Nostra, protagonizou episódio do programa Linha Direta e participou de novelas como Éramos Seis, Sabor de Mel e Pé de Vento. No cinema, já participou de mais de 40 obras, entre curtas e longas metragens, a se destacar os filmes Terapias, Querô,Sócrates, O Pequeno Monstro e Lovi Stori (recebendo os prêmios de melhor atriz no Festival Curta Santos e Prêmio Mirra de Mujer, no Festival Serro Latitud). No teatro, participou de grandes encenações como a Paixão de Cristo de Cubatão contracenando com grandes artistas como Sergio Mamberti e a da Fundação da Vila de São Vicente, sendo dirigida por nomes como Neyde Veneziano, Roberto Marchese e Charles Moeller. Alguns de seus trabalhos mais recentes são o filme “Sócrates” (indicação como atriz no 46º Festival Melhores Filmes Sesc SP) e a peça “Abajour Lilás”, de Plínio Marcos, com direção de Tanah Correa e elenco estrelado por Nuno Leal Maia. Atualmente, é uma das diretoras de “Abismo, minha história de violência” e integra o elenco do novo filme do diretor Alexandre Moratto, a ser lançado pela Netflix.

THAYS VILLAR – atriz, roteirista, fotógrafa e diretora cinematográfica, iniciou seus estudos em 1999 na Escola Livre de Artes Dramáticas da Secult de Santos, e em 2002, nas Oficinas Kinoforum de Produção Audiovisual. Na companhia O Coletivo, atuou nos espetáculos “Zona!” e “Projeto Bispo – Tratados como Bicho, Comportam-se como Um”, ambos selecionados para edições do Mirada – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas do Sesc Santos. Ainda em 2021 lançará o documentário “Mãe – Um Olhar Sobre a Maternidade Trans” e o curta-metragem “Isolamento”.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.