Foto de James P.S. Conway


 


Amar a si mesmo é o início de um amor para a vida toda. Comece hoje!

Amar a si mesmo é tão importante quanto amar qualquer outra pessoa, a qual não conseguimos nem imaginar viver sem. Nós precisamos do nosso autoamor também para estarmos prontos para doar esse amor aos outros. Quando nos amamos verdadeiramente, deixamos esse sentimento transparecer através das nossas ações, e isso contagia as pessoas com que nos relacionamos, proporcionando bem-estar e qualidade de vida.  

É nos amando que nos tornaremos pessoas melhores, pois o amor é o que dá sentido à nossa existência. Sem ele, viveríamos uma vida vazia, sem motivo, e no piloto automático. Se essa afirmação te parece radical, imagine a sua vida sem seus verdadeiros amigos, sem a sua querida família, sem nenhum pet de estimação, sem relacionamentos amorosos, sem pessoas que se preocupam ou zelam por você e sem ninguém para compartilhar as suas vitórias, suas alegrias e momentos de superação. Como você se sentiria? Imagino que tudo perderia a razão, certo?

Pois é no amor que nos fortalecemos e nos sentimos seguros, protegidos, especiais, entre tantos outros adjetivos. Mas para aprendermos a receber todo esse amor, do qual somos merecedores, também temos que aprender a nos amar… e o amor próprio é um exercício que deve ser praticado continuamente.

Hoje gostaria de proporcionar um exercício para reflexão. Pegue um papel e uma caneta e responda as seguintes perguntas:1. Quais são os elogios que você mais ouve das pessoas em quem você confia?  2. Esses elogios fazem sentido para você?  3. Essas pessoas teriam algum motivo para inventar esses elogios a seu respeito?

Ao responder às perguntas acima, lembre-se de responder com amorosidade, sem autocrítica. Você é muito importante, pois faz parte do todo. Se não fosse, você não existiria. Portanto, aceite os elogios que você recebe, sem duvidar dos mesmos, ou achar que as pessoas têm outras intenções. Apenas aceite, e perceba como você se sente. Observe o seu corpo, a sua reação, os seus sentimentos e emoções. Aceitar um elogio é uma forma de aprender a se amar mais e acreditar que as pessoas têm fundamento para tecê-lo, e não porque a opinião do outro é o que importa, mas porque o outro muitas vezes tem uma visão positiva de nós mesmos, que muitas vezes não conseguimos enxergar.


Mensagem da semana de 25 de junho de 2017, por Natalie Lassalvia, da Outstanding Coaching